Ouvidoria da Prefeitura de Alagoinhas está desestruturada e não atua corretamente – Exclusiva

A  Ouvidoria Geral da Prefeitura de Alagoinhas, cujo titular é Jessé Bico de Pena, presidente do PTC local, está completamente desestruturada e não conseguiu nestes quase seis meses do segundo mandato do prefeito Paulo Cezar cumprir suas funções regulares e disciplinadas legalmente.

As ouvidorias precisam elaborar estatísticas das demandas dos cidadãos, assim como das denúncias, solicitações, críticas, elogios e uma série de requisições pertinentes, além de encaminhar internamente a busca de soluções para os problemas apresentados.

Existem prazos para que as respostas sejam encaminhadas.

Mas quase nada disso foi realizado pela Ouvidoria de Alagoinhas, que está sem “casa”, pois saiu do antigo endereço – Rua Elvira Cosa Dórea, 149, centro da cidade-.

A Ouvidoria não tem funcionários treinados adequadamente para  implementar as complexas atividades sob sua responsabilidade.

No site oficial da Prefeitura de Alagoinhas nota-se uma situação pouco comum: existe um ícone Fale Conosco e outro para acessar os “serviços” da Ouvidoria.

Ou seja, o governo não têm uma política conceitual definida para sua Ouvidoria Geral.

A interlocução entre sociedade e governo tem que ser feita por intermédio da Ouvidoria e não pelo Fale Conosco, que poderia ser na melhor das hipóteses, se houvesse comunicação entre as duas ferramentas, apenas um apoio ao trabalho do gestor da Ouvidoria.

Na verdade, o Fale Conosco deveria ser retirado do site e a administração passaria a concentrar o contato com a sociedade apenas pela Ouvidoria.

Os dois ícones, segundo uma fonte do Alagoinhas Hoje, não somam as solicitações e são completamente apartados, sem qualquer sinergia.

O editor do site já solicitou à Ouvidoria Geral as estatísticas quadrimestrais – Janeiro e Abril -, mas até agora não recebeu absolutamente nada.

Deve ser porque não há nada a ser apresentado.

A Secretaria Municipal de Comunicação e a Ouvidoria Geral podem se pronunciar, se quiserem.

O site está à disposição para publicar suas versões sobre os fatos.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje