Ouvidor da Prefeitura usa Facebook para atacar editor do Alagoinhas Hoje e terá que provar acusações na Justiça

O presidente do PTC e ouvidor da Prefeitura de Alagoinhas, Jessé Bico de Pena, inconformado com matéria postada no Alagoinhas Hoje na manhã desta segunda-feira, dia 18 de Fevereiro, utilizou sua conta pessoal do FACEBOOK para atacar o editor do site com acusações infundadas que terá que provar na Justiça ( e não no Juizado de Pequenas Causas, que também é um instrumento do Tribunal de Justiça da Bahia).

Vociferando, demonstrando total descontrole  e nenhuma inteligência emocional, o ouvidor escreveu no FACEBOOK o seguinte texto, que transcrevo com todos os erros de português: “Maurilio Fontes… Se não me falha a memória nos conhecemos em meados de maio de 2003 no 1º Fórum de Ideias do PTC e vc foi um dos meus palestrantes. Nunca tivemos laços de amizade, mas creio eu que laços de fraternidade sempre houve, pois você sempre foi convidado para outros fóruns, mas infelizmente se encontrava sempre ocupado. Mas o motivo que me trouxe a fazer este comentário é esta matéria que cita o meu nome o teor da matéria e os nomes ali mencionado vou ater-me a não comentar pois o cientista politico, jornalista, dono da verdade, o sabe tudo aqui e vc. Vou me limitar somente ao conteúdo sobre o meu nome.

Primeiro leia: http://www.abopernambuco.org.br/index.php/publicacoeslinks/64

Quem é o ouvidor: http://www.guiadeouvidorias.com.br/

“Ouvidoria é a instituição que representa os legítimos interesses dos cidadãos no ambiente em que atua na busca de soluções efetivas.”

Então meu caro Maurilio, antes de vc abrir a boca e falar de meu nome, do meu currículo, de minha capacidade, procure me conhecer melhor, procure saber quem é a pessoa que mesmo sem ser advogado elabora todas as defesas jurídicas para os políticos de Alagoinhas, e as vezes as mesmas só é assinada por advogado pois não sou um como vc formado em faculdade.

Quem é vc??? para falar isso de mim? (A indicação de Jessé Bico de Pena para Ouvidor da Prefeitura de Alagoinhas revela que os interesses políticos foram mais importantes que as questões administrativas. Ao que se sabe, Jessé não fez cursos nesta área, não tem experiência e tão pouco possui cultura geral exigida de quem exerce função tão importante. Sua credencial: ser presidente de um partido que tem vereadores e peso na política alagoinhense.) vc é simplesmente um jornalista que vive a caça de jabás de prefeitos e presidentes de câmaras legislativas que tem medo de uma língua perniciosa, pois pra mim isso não é jornalismo nem aqui nem no inferno. Quer falar a a verdade? quer alertar a sociedade de um mal gestor? faça uma critica consistente não na base do achismo, quem é vc para opinar o que é certo e o errado vc pra mim é medíocre, pobre de espirito pois se o jabá aparecer, se a tão famosa acessoaria de comunicação aparecer vc para rapidinho, vc muda da água pro vinho, não é só vc não é a imprensa em geral é a lei do quem sabe mais que o outro, do que tem a melhor ou pior ferramenta para atacar ou contra atacar. e nesse caso o bambam da vez é vc com seu site com diversos banners sem propaganda será que se eu contratar um desses espaços vc para de falar merda com meu nome?

Meu pecado é não ter nível superior como vossa excelência?, Meu cargo é politico sim!!!! mas desejo desempenha-lo com esmero, respeito e fazendo valer o salario que o contribuinte me paga. Meus vereadores não são reféns de governante nenhum são homens com consciência livre e meu cargo não depende de vereador e sim do prefeito que em mim confiou.

Espero que vc tenha mais cuidado antes de citar nomes no seu site, pois assim como vc pode falar pra atacar eu tb posso pra me defender. Agora se vc souber que eu agi de má fé com o erário publico, que não fiz jus a confiança em mim depositada me envolvendo em corrupção ai sim vc deve não só criticar como tb me acionar no Ministério Publico que é o órgão competente para resolver. ME DEIXE EM PAZ para leitura de: Radiovaldo Costa II, Radiovaldo Costa, Sidney Costa, Geraldo Almeida Souza, Iamara Andrade, Mazzus, Elizabete Rocha, Nilo Reis e muito mais compartilhe o Alagoinhas Hoje já não é tao bom de se acompanhar pois é tendencioso, ataca pessoas, e busca um logar ao sol mas comigo não violão.

O texto demonstra de forma cabal que o ouvidor da Prefeitura de Alagoinhas não está preparado para exercer função pública, passível por sua natureza, de críticas da imprensa e da sociedade.

Não está acostumado com o contraditório. Quer apenas o céu de brigadeiro.

As ameaças embutidas no texto não calarão o Alagoinhas Hoje.

Jessé terá que provar na Justiça quem pagou e paga jabás ao editor do site. Neste campo, o da ética, ele não concorre comigo, que tenho uma vida de trabalho em diversas cidades da Bahia sem uma mácula no currículo.  A ética, para mim, não é objeto de perfumaria e sim um prática cotidiana.

Tenho exemplos familiares que muito cedo conformaram minha personalidade. E Alagoinhas conhece minha família.

Quero registrar ao impoluto ouvidor da Prefeitura de Alagoinhas que os anúncios estão chegando, não em forma de jabás, porque esta nunca foi e não é minha prática profissional.

Estão chegando porque o Alagoinhas Hoje tem compromisso com a verdade e não com governos, políticos, asseclas, aspones e aqueles que gostam de sinecuras.

Outra coisa: o site é apenas uma das atividades profissionais de seu editor.

Portanto, sua preocupação quanto à falta de anúncios é dispensável. Um adendo: como escolho e escolherei os meus anunciantes, registro que não haverá espaço publicitário para Vossa Senhoria.

Dispenso seus recursos, assim como em nenhum momento quis ou tratei com quem quer que seja sobre anúncios da administração à qual o senhor serve de maneira canina.

A política exige, neste mundo em constante transformações, gente qualificada para gerir a res publica, gente com equilíbrio emocional, que aceite críticas e não vocifere ao menor sinal de contrariedade.

Este não é caso do Ouvidor da Prefeitura de Alagoinhas. Quer se defender atacando o editor do Alagoinhas Hoje com acusações infundadas.

Um fato curioso: o vice-prefeito Geraldo Almeida curtiu a publicação de Jessé, ou seja, concordou com ela e com as acusações dirigidas ao editor do Alagoinhas Hoje.

É lamentável que o vice-prefeito da cidade passe recibo de um texto tão fora de foco e desvairado.

Maurílio Fontes

Editor do Alagoinhas Hoje

 

 

 

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje