Oposição e situação se unem pela saúde na Bahia

A pedido do governador Rui Costa (PT), deputados federais decidem direcionar 168 milhões das emendas de bancada para ações de combate ao Coronavírus na Bahia.

Em uma reunião via videoconferência realizada no início da tarde desta terça-feira, 23, entre o governador Rui Costa (PT) e 22 deputados federais, da oposição e da situação, que contou com a participação dos senadores Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD), foi fechado um pacto para que 168 milhões das emendas de bancada que os deputados federais da Bahia têm direito, sejam repassadas para ações de combate ao coronavírus no estado (assista ao vídeo abaixo).

Na reunião virtual, o governador Rui Costa (PT) apresentou aos deputados federais as ações do governo do estado no combate ao vírus e mostrou a importância dos recursos à disposição dos parlamentares para ampliar essas iniciativas.

O deputado federal Alex Santana (PDT) afirmou que o recurso deve ser repassado nos próximos dias e poderá ser usado em hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em todo estado.

“Temos uma possibilidade de fazer uma realocação [dos recursos] entre hoje (24) e amanhã (25) dessas emendas de bancada. Fechamos, inclusive com a oposição, para destinar essa rubrica para área de saúde, ao combate do coronavírus, dando ao governador uma melhor condição de poder fazer um enfrentamento a nível de Bahia, com os hospitais e as UPAs, nas cidades do interior e em Salvador”, avaliou o deputado federal do PDT.

Presente na reunião, o senador Angelo Coronel (PSD) sinalizou a importância do valor que será repassado ao estado e diretamente aos municípios.

“O total das emendas de bancada, algo em torno de 168 milhões, será usado no combate ao coronavírus. Os parlamentares deverão passar parte dos recursos para o governo aplicar e parte os parlamentares passarão direto para os municípios fazerem o combate ao vírus”, explicou Coronel.

O senador Jaques Wagner (PT), que já havia destinado parte de suas emendas para área de Saúde no estado, afirmou que decisão dos deputados federais é um reconhecimento coletivo ao trabalho do governador.

“Há um reconhecimento coletivo ao trabalho do governador na condução deste processo. As legítimas e democráticas questões eleitorais foram deixadas para o seu momento. A prioridade que nos move agora é o enfrentamento à pandemia. E agora, acompanho a decisão da bancada, de deixar as demais emendas à disposição do governador”, garantiu o senador petista.

 

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje