Núcleo de justiça restaurativa do TJBA promove capacitação para agentes públicos

Com a intenção de oferecer os elementos necessários para que os agentes públicos, que lidam com a violência e os conflitos, possam desenvolver um conjunto de estratégias de prevenção e segurança mais eficazes, o Núcleo de Justiça Restaurativa do 2º Grau promove o curso “Integração da Segurança Pública com a Justiça Restaurativa”. A capacitação iniciou na segunda-feira (2) e segue até quarta-feira (4), no auditório Oxum da Universidade Corporativa do Tribunal de Justiça da Bahia (Unicorp), parceira do Núcleo na ação.

Com carga horária de 24 horas de aulas teóricas, a capacitação tem como público-alvo delegados, escrivães e investigadores da Polícia Civil; oficiais e praças da Polícia Militar; agentes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Técnica; agentes da Guarda Municipal; agentes Penitenciários; assistentes militares do TJBA; representantes dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública do Estado da Bahia, do Ministério Público, da Defensoria Pública do Estado e da Ordem dos Advogados Seccional Bahia.

“É uma nova visão de fazer justiça. Esse é o caminho, porque estamos acostumados a tratar a violência apenas pelo produto final, que é o crime. Esquecemos de toda subjetividade que existe por trás disso”, frisa a Capitã Sheila Barbosa, que participa da capacitação. Ela ainda acrescenta que esse curso “é um passo fundamental e necessário para a segurança pública.”

Nesta quarta-feira (4), as exposições têm início às 8h, assim como nos dias anteriores, e o assunto abordado será Círculos Restaurativos ou de Construção de Paz. “É importante para todas essas instituições essa interação, pois assim a comunidade será mais ouvida, além de ajudar na resolução dos problemas da população”, ressalta o Tenente Coronel Antônio Deiró do Departamento de Polícia Comunitária e Direitos Humanos.

Para a Coordenadora do Núcleo de Justiça Restaurativa do 2º Grau, Miriam Santana, o curso é uma oportunidade de promover a integração de todas as forças públicas em busca da pacificação social.

Estiveram presentes na Mesa de Abertura, na segunda-feira (2), a Desembargadora Joanice Maria Guimarães de Jesus, Presidente do Núcleo de Justiça Restaurativa; o Desembargador Lidivaldo Reaiche, representando o Presidente do TJBA, Desembargador Gesivaldo Britto; o Chefe do Gabinete de Segurança Institucional TJBA, Tenente Coronel Marcos Antônio Lemos; além de representantes do Ministério Público, OAB-BA, Defensoria Pública, Polícia Militar, governo do Estado; e da Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública do Estado da Bahia. O Gestor Técnico do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Conflitos, Walter Nogueira, esteve presente no curso, na terça-feira (3).

 

Fonte: TJBA

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje