Nova lei eleitoral estimula caixa 2 nas campanhas

worshop-levi-eleicoes

O jornalista político Levi Vasconcelos defendeu, na tarde desta quinta-feira (11), durante sua participação no Workshop “Eleições 2016: imprensa e regulamentação”, sua convicção de que as mudanças na legislação eleitoral ao invés de combater vão estimular a prática de caixa 2 nas campanhas. Para ele, as limitações financeiras impostas pela nova lei dificultam a realização das campanhas. “Eleição é cara e sem financiamento de empresas para bancar o custo o caixa dois será a alternativa dos candidatos” aposta Levi Vasconcelos.

O evento, promovido pelo escritórios M. Sampaio & Souza – Advogados e Aragão, Botelho, Carneiro & Vaz Porto – Advocacia e Consultoria, apoiado pelo bahia.ba, reuniu especialistas em direito eleitoral e a imprensa buscando esclarecer as principais dúvidas dos profissionais de comunicação quanto aos procedimentos a serem adotados durante a campanha municipal sob as novas regras, para evitar as penalidades impostas aos veículos de comunicação por possíveis desrespeitos à legislação.

O advogado Marcos Sampaio abordou o tema “Liberdade de Imprensa e a Aplicação dos Princípios Eleitorais”, quando falou sobre o comportamento a ser adotado pela imprensa na cobertura das eleições, destacando as constantes dúvidas dos jornalistas quanto ao que pode ou não ser noticiado. “A legislação assegura o posicionamento do veículo em relação aos candidatos, no entanto, proíbe o tratamento privilegiado que pode favorecer um determinado postulante”, ilustrou o especialista.

Coube a Paulo Aragão, especialista em Direito Eleitoral, fazer considerações sobre a “Propaganda Eleitoral na Internet na Imprensa”. Também especialista em Direito Eleitoral, o advogado André Carneiro tratou sobre a “Propaganda Eleitoral”, quando destacou o novo modelo com programas mais curtos e maior número de inserções.

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje