Nível de conhecimento dos vereadores de Alagoinhas é baixíssimo

CAMARA DE ALAGOINHAS

O Instituto P&A avaliou o nível de conhecimento dos 17 vereadores de Alagoinhas e a constatação é que as atividades do legislativo municipal não impactam na percepção da comunidade.  A maioria dos vereadores tem baixíssimos níveis de conhecimento.

O nível de desconhecimento dos atuais vereadores ultrapassa os 30%.

A citação dos nomes dos vereadores foi, no primeiro momento, espontânea. Neste tópico cerca de 24,7% dos entrevistados não souberam apontar um nome sequer que compõe a atual legislatura. Nenhum/ninguém atingiu 4,2% e Outros 2,2%.

A ordem decrescente (e espontânea) do nível de conhecimento dos vereadores é a seguinte: Radiovaldo Costa, 46,2%; Luciano Sérgio, 27%; Jorge da Farinha (licenciado), 24%; Caio Ramos, 20%; Roberto Torres, 15,2%; José Edésio, 14,5%; Jorge Mendes, 13,5%; Cleto da Banana, 13,2%; Raimunda Florêncio, 12,2%; Lenaldo Fotógrafo, 7,5%; Gilson do SAAE, 7%; Raimundo Mutuca, 6,5%; Djalma Santos, 6%; Professor Arão, 5,7%; Cabeça, 4,7%; Jenser, 4,2%; Edilon, 4%.

Os dois vereadores petistas, Radiovaldo e Luciano, lideram com folga o nível de conhecimento dentre os 17 componentes da atual legislatura. 

Mais da metade, cerca de oito vereadores, possui nível de conhecimento abaixo dos 10%: Lenaldo Fotógrafo, 7,5%; Gilson do SAAE, 7%; Raimundo Mutuca, 6,5%; Djalma Santos, 6%; Professor Arão, 5,7%; Cabeça, 4,7%; Jenser, 4,2%; Edilon, 4%.

Três – Cabeça, Jenser e Edilon – têm índices inferiores a 5%. 

Caio Ramos é o único vereador de primeiro mandato a atingir 20% de conhecimento, superando, inclusive, vereadores com vários mandatos, a exemplo de José Edésio. 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje