“Não custaram nenhum centavo ao governo”, diz Rui Costa sobre desfile de Bell e Ivete sem cordas

rui no carnaval 2016

O aumento nos investimentos em blocos sem cordas rendeu elogios e foi motivo de comemoração para o governador Rui Costa, enquanto aguardava os desfiles de blocos no Campo Grande na tarde deste domingo (7), de Carnaval. Segundo ele, a expectativa para o próximo ano é aumentar o volume de recursos destinado a financiar as atrações. Este ano, foram gastos R$ 2 milhões, segundo a Bahiatursa.

“Nós acreditamos que a ideia de reforçar o Carnaval sem cordas é muito positiva e nós vamos ampliar isso no ano que vem. Eu pretendo atrair ainda mais a iniciativa privada, mostrar que além da brincadeira, o Carnaval é um bom negócio para apresentar suas empresas e suas marcas, patrocinando atrações sem cordas”, disse o governador, que na última quinta-feira garantiu que as apresentações sem cordas de Ivete Sangalo, Bell Marques e Saulo Fernandes,  entre outros, “não custaram nenhum centavo ao Governo do Estado”.

De acordo com o presidente da Bahiatursa, Diogo Medrado, as atrações que o estado atraiu para a pipoca receberam um total de R$ 2 milhões, que foram custeados por seis empresas – entre elas, as estatais Banco do Brasil,  Caixa e Bahiagás.

“O aumento no espaço para a pipoca brincar, somado à implantação dos portais de segurança, trouxe uma significativa redução nos indicadores de violência. Graças a Deus, exceto duas ocorrências específicas com uma rivalidade anterior, todos os números até agora são muito melhores que foram em 2015, que já tinha sido melhor que 2014. Isso só comprova que ano a ano estamos implantando um Carnaval de paz”, comemorou o governador.

Segundo Rui, a expectativa é trazer um número ainda maior de atrações sem cordas no próximo ano. “Demos um passo importante este ano e espero poder fazer melhor no ano que vem”, comemorou.

Fonte: Correio da Bahia

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje