Moro decide soltar ex-deputado Cândido Vaccarezza

O juiz federal Sérgio Moro decidiu, nesta terça-feira (22), pela soltura do ex-deputado federal Cândido Vaccarezza, preso temporariamente, durante a Operação Abate, 44ª fase Operação Lava Jato, na última sexta (18).

O ex-deputado terá que pagar fiança de R$ 1.522.700,00 para ser solto, segundo a determinação do magistrado. Moro também concedeu liberdade, sob pagamento de fiança de  R$ 371.496,00, ao ex-gerente da Petrobras Márcio Albuquerque Aché Cordeiro.

Depois de soltos, os investigados terão que cumprir exigências como a entrega dos passaportes retidos.

De acordo com o Ministério Público Federal, o político utilizou a influência decorrente do cargo em favor da contratação da Sargeant Marine pela Petrobras Vaccareza, e lucrou US$ 500 mil em propina.

 

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje