Liquida Bahia 2015 téra desconto de até 70%

Com a crise na economia, comércio prevê encerrar o semestre com queda de 5% - Foto: Mila Cordeiro l Ag. A TARDE l 27.02.2015

Para renovar os estoques depois das festas juninas e combater o desaquecimento do consumo no comércio, mais de 60 cidades da Bahia vão aderir, de 3 a 13 de julho, ao Liquida Bahia – liquidação realizada há quatro anos pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas da Bahia (FCDL-BA).

Nos mesmos moldes da Liquida Salvador, período de promoção realizada na capital baiana e na região metropolitana durante o verão, a Liquida Bahia terá mais de 10 mil pontos de vendas. Os maiores participantes são o varejo de vestuário, mas entre os cadastrados há redes variadas, como de eletrodomésticos e lojas de material de construção.

A expectativa é que os lojistas concedam  descontos para atrair mais clientes. No período da promoção, é esperado um aumento de 20% a 30% nas vendas. Salvador e RMS também participam.

“Acredito que até o final da promoção teremos produtos remarcados com até 70% de descontos, principalmente  nos setores de calçados e vestuário. Alguma coisa os grandes varejistas vão fazer para apelar. Eles vão por produtos com valores atrativos”, acredita o presidente da FCDL-BA, Antoine Tawil

Com a recessão econômica, Tawil espera que os lojistas concedam mais descontos e se adaptem para se adequar ao novo perfil de consumidores.

“É preciso se  adequar a essa nova realidade.  Os lojistas têm que mudar as lojas para essa fase e têm que se inventar. Hoje o comércio não pode mais viver  como era  tradicionalmente. É preciso  ser um comércio criativo,   ter uma inovação”, diz o presidente da FCDL-BA.

No primeiro trimestre de 2015, segundo dados  divulgados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia, o setor de comércio teve redução de 5,7% na Bahia, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

O resultado do semestre não será muito diferente disso, segundo Antoine Tawil. Os lojistas esperam fechar o semestre com uma queda de até 5%, em relação a 2014.

“Hoje estamos vivendo uma outra realidade de mercado.  Não podemos mais ter uma base de vendas de 2012, porque  vivemos  outro momento da  economia  mundial e no Brasil. Tivemos uma mudança radical no comportamento do consumidor. A realidade do mercado hoje é outra”, afirma.

Entre as adaptações sugeridas pelo presidente da FCDL para os lojista estão o maior controle dos processos da empresa, como transporte, estocagem, com investimento em tecnologia para gerenciamento dessas áreas, e   redução da margem de lucro para se adaptar à perda de poder de compra dos consumidores.

Para o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio da Bahia (Sindilojas), Paulo Motta, o comércio precisa criar motivações para atrair o consumidor para as áreas de compras.  “Toda iniciativa de atrair o consumidor para as áreas comerciais é  positiva. A fragilidade da economia está muito presente. É fundamental que  tentemos resolver a apatia do consumidor”, diz Motta.

Prêmios

A cada R$ 25 em compras, o cliente ganha um cupom para participar do sorteio de um carro de luxo,  um Honda HR-V, três carros populares e 10 motocicletas zero quilômetro de  150 cilindradas. Utilizando as máquinas de cartões de crédito e débito da marca Rede, os cupons são em dobro.

O sorteio dos prêmios é aberto ao público e  será realizado no dia 7 de agosto, às 17 horas, na Praça da Piedade, em Salvador.

Fonte: A Tarde

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje