Leitor “desavisado” critica editor do Alagoinhas Hoje

Leitor desavisado, para dizer o mínimo, utilizou o Fale Conosco do Alagoinhas Hoje para criticar a nota UNOPAR II publicada na coluna Bate Pronto 6.

Transcrevo o texto literalmente, mas preservando seu nome e o endereço eletrônico: “este bate pronto de numéro 6 lá no ponto denominado Unopar II,no qual A Secretária Tatiana Andrade,é difamada contém um erro grave de Português,Insensata se escreve assim,não da maneira que esse editor escreveu de forma errOnea dessa forma:incensata antes de criticar é bom aprender A Língua Portuguesa”!

O leitor cometeu vários erros linguísticos em seu texto. Mas em tom professoral, determina ao editor que estude mais para aprender a língua portuguesa. Piada. Se quer defender o governo e a secretária citada (e não difamada) que o faça competentemente e não com uma verborréia delirante, que desconhece o significado das palavras e o contexto no qual elas são usadas.

Em nenhum momento qualifiquei a secretária como insensata. Registrei que ela é incensada: que significa elogiada e admirada. Certamente pelos que trabalham no governo, que auferem vantagens econômicas por intermédio de nomeações, e por segmentos atendidos pela Secretaria de Assistência Social.

Os críticos do trabalho do Alagoinhas Hoje deveriam ler a entrevista do governador Jaques Wagner, líder do grupo político do prefeito Paulo Cezar, à revista Veja desta semana. Ao defender a liberdade de imprensa ele disse: “Cada um escreve o que quer”.

Registro que as notas sobre a UNOPAR foram baseadas em informações de três fontes. Se elas induziram o site a cometer erros, o espaço está aberto para que o governo apresente sua versão.

Caro leitor, tenho certeza que você esteve ausente das aulas de língua portuguesa. Volte aos livros. Eles não fazem mal a ninguém. Soberba, ao contrário, faz mal, quanto mais se está eivada de ignorância. Que é o seu caso.

 

 

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje