Justiça do Trabalho determina bloqueio dos recursos da Fácil Serviços – Exclusiva

Em mais uma capítulo da trágica novela (com tons de dramalhão mexicano) da Fácil Serviços, a Justiça do Trabalho determinou agora à tarde o bloqueio dos recursos relativos à fatura do mês de Novembro não creditados pela Prefeitura de Alagoinhas em conta corrente da empresa. 

O bloqueio, entretanto, não garante aos funcionários o recebimento imediato dos salários em função de uma linha de raciocínio jurídica e administrativa: a Prefeitura de Alagoinhas “comprou” serviços, mas em função da greve, eles não foram prestados em sua totalidade.

Cabe, então, pagar integralmente os salários? Uma fonte do Alagoinhas Hoje assegurou que este imbróglio ainda deverá persistir por algum tempo e a tendência é que sejam pagos os valores residuais referentes aos dias trabalhados.  “Ninguém quer assumir uma posição que não tenha amparo legal”, disse a fonte, que tem assento no “núcleo duro” da administração do prefeito Paulo Cezar. 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje