Juntas, Oi e Portugal Telecom miram Ceará e Pernambuco

Ceará e Pernambuco estão entre os alvos da CorpCo – companhia de telecomunicações gerada com a fusão da Oi com a Portugal Telecom. Em conferência no começo da tarde de ontem, Zeinal Bava, diretor da nova empresa, afirmou que o país ainda tem várias oportunidades a serem exploradas.

“Qualquer pesquisa indica que há consumidores potenciais em diversas regiões do país”, afirmou o executivo. Segundo ele, esse público poderia chegar a 2,1 milhões de pessoas distribuídas por 4800 municípios em todo Brasil.

Já Portugal apresenta um cenário diferente, no qual a Portugal Telecom aparece como uma companhia consolidada. “Lá, o nosso desafio será encontrar a plataforma certa para incrementar nossos negócios”, explicou Bava.

“Estamos trabalhando rápido para acelerar os processos necessários para começarmos a trabalhar”, afirmou o executivo. A previsão é de que a empresa inicie as operações em 2014.

Repercussão

Em entrevista coletiva no fim da manhã em Brasília, o ministro das Comunicações Paulo Bernardo afirmou que não vê “nenhum tipo de problema” na fusão entre a Oi e a Portugal Telecom. O negócio foi bem avaliado pelos analistas de mercado, que enxergam nele uma oportunidade da Oi pôr suas contas em ordem e voltar a ser competitiva.

De acordo com dados da Anatel, a Oi detém a operação de cerca de 20% das linhas de celulares no Brasil. A companhia é ainda mais forte na telefonia fixa – onde controla mais de 40% das linhas. A CorpCo surge com a ambição de se tornar um dos maiores players globais.

Fonte: Exame

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje