Inflação do aluguel cai 0,35% na segunda semana de agosto

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) reduziu a queda a 0,35% na segunda prévia de agosto, após registrar deflação de 0,51% no mesmo período de julho. 

O número veio do recuo menor nos preços no atacado, porém o índice referente ao varejo chegou a mostrar leve deflação, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta terça-feira (19).

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, teve queda de 0,57% na segunda prévia de agosto, após deflação de 0,94% em igual período de julho.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), com peso de 30% no índice geral, apresentou variação negativa de 0,02%, contra alta de 0,14% no mês anterior.

Segundo a FGV, a principal contribuição para o resultado do IPC veio do grupo Educação, leitura e recreação, cujos preços recuaram 0,33% agora, após alta de 0,17% na segunda prévia de julho.

Também houve destaque para os preços de hotel, que na segunda prévia de agosto tiveram queda de 3,76%, contra alta de 5,83% anteriormente. Esse item tem mostrado perda de força também em outros indicadores de inflação recentemente, por conta do fim da Copa do Mundo.

A FGV informou também que o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou avanço de 0,23% na segunda apuração de agosto, sobre 0,67% no período anterior. O INCC responde por 10% do IGP.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis.

A segunda prévia do IGP-M calcula as variações de preços no período entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência.

Fonte: iG

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje