Gratificações de funcionários públicos de Araçás eram maiores que salários – Exclusiva

Em conversa com o Alagoinhas Hoje, a prefeita de Araçás, Maria das Graças Leal Trindade (PT), afirmou que os funcionários públicos municipais paralisaram suas atividades na manhã da última quinta-feira reivindicando o retorno de suas gratificações, que na maioria dos casos eram maiores do que os salários, e a redução da jornada semanal de 40 para 30 horas.

A prefeita informou que o ex-chefe do Executivo, de forma ilegal, instituiu  nos meses de Agosto e Setembro do ano passado gratificações indevidas a muitos funcionários na tentativa de cooptar votos. “Diante da falta de informações e do descontrole do governo anterior, a atual administração cortou as gratificações e os servidores resolveram paralisar suas atividades”, salientou.

Ela afirmou que na sexta-feira se reuniu com os funcionários para discutir duas questões principais: a retirada das gratificações e a jornada semana de trabalho. “Quanto à redução da jornada semanal, o governo não impõe obstáculos e ao longo do tempo poderemos implantar as 30 horas semanais”, registrou a prefeita, acrescentando “que as gratificações precisam obedecer a critérios legais”.

A chefe do Executivo de Araçás disse ainda que apenas no fechamento da folha de Março será possível conhecer de forma mais clara e objetiva o percentual da receita investido no pagamento dos funcionários.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje