Governo estuda criar programa para proteção de jornalistas

A ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, disse, em entrevista à BBC Brasil, que a Secretaria de Direitos Humanos estuda a criação de um programa federal específico para a proteção de jornalistas ameaçados no país. O projeto concederia  proteção à categoria como já acontece com testemunhas de crimes, adolescentes em risco e defensores de direitos humanos ameaçados. Na quarta-feira (19), a organização internacional Repórteres Sem Fronteiras divulgou relatório que coloca o Brasil entre os cinco países “mais mortais” para jornalistas.

Segundo a ministra, o passo inicial da secretaria em direção à proteção dos jornalistas foi a aprovação no Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana de uma resolução que cria um grupo de trabalho para analisar os abusos contra os profissionais. Ele será composto por representantes dos ministérios da Justiça e das Comunicações, da Polícia Federal e de entidades de classe que representam jornalistas e blogueiros. O grupo terá a tarefa de monitorar as investigações sobre os casos e, eventualmente, colocar os profissionais ameaçados em algum programa de proteção. Fonte: Bahia Notícias

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje