Funcionária do Ministério da Saúde é presa cobrando proprina

A Polícia Federal (PF) prendeu em flagrante na noite de terça-feira uma funcionária terceirizada do Ministério da Saúde, no momento em que ela havia acabado de receber R$ 100 mil em cheques como propina para liberação de recursos para compra de equipamentos para o Hospital de Câncer Alfredo Abrão, em Campo Grande (MS). Toda a negociação e pagamento foi gravado em vídeo pela PF. Tudo, inclusive o pagamento da propina, foi autorizado pelo juiz federal Odilon de Oliveira.

A funcionária de 28 anos, que não teve o nome divulgado pela PF, veio de Brasília na noite de terça-feira, para receber pessoalmente o restante da propina. Ela trabalha como consultora técnica na Coordenadoria de Média e Alta Complexidade. Anteriormente, o diretor do Hospital de Câncer, Carlos Coimbra, já havia feito depósito de R$ 50 mil.

Fonte: Blog do Noblat

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje