Fernando Aranha critica postura do PT na eleição da UPB

Logo após o anúncio do nome da prefeita de São Francisco do Conde, Rilza Valentim (PT), como candidata do seu partido e da base aliada à presidência da UPB, o editor do Alagoinhas Hoje questionou o presidente do PDT municipal, Fernando Aranha, sobre as ações seguintes do prefeito Paulo Cezar.

Aranha disse que restou ao prefeito negociar um espaço na chapa governista, tendo Rilza como candidata à presidência. Ele admitiu que as articulações  do prefeito e seu grupo político visando conquistar a presidência da entidade começaram muito tarde. “Se tivéssemos trabalhado desde o dia 8 de Outubro, o prefeito teria amplas chances de vencer a eleição, por conta do respeito que ele conquistou no exercício dos cargos públicos que ocupou, principalmente nos últimos anos à frente da Prefeitura de Alagoinhas”, salientou.

Ele criticou o posicionamento do PT, que em seu entendimento, não abriu espaços para que outras candidaturas fossem discutidas  de fato e impôs à base aliada o nome da prefeita Rilza Valentim.

O dirigente pedetista reconheceu a postura republicana do governador Jaques Wagner, que segundo ele, tem procurado contemplar os partidos aliados, mas neste episódio Aranha entende que o PT se impôs de forma antidemocrática. “Espero que isso não seja o prenúncio da postura petista em 2014, quando as pré- candidaturas a governador da base aliada precisarão ser consideradas de fato pelo sigla que comanda o estado”.

Para ela, a força política do governo Jaques Wagner não pode ser atribuída apenas a seu partido e sim à base aliada que administra mais de 350 municípios, ocupa postos estratégicos no estado e tem maioria das cadeiras na Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e no Senado da República.

Exclusiva

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje