Ex-prefeito do Conde responde a vários processos em diversas instâncias judiciais

Se não é campeão de processos na Bahia, terra de precedentes absurdos, como bem disse o ex-governador Otávio Mangabeira, o ex-prefeito do Conde, Paulo “Madeirol” Almeida de Oliveira, é réu em quase duas dezenas de processos em várias instâncias da Justiça.

Em um deles, a pena imputada a Madeirol foi a inelegibilidade por oito anos. Ele também foi condenado a um ano de prisão. Existem outros processos tramitando na justiça em que Paulo Madeirol é réu.

Atualmente, ele é secretário de Administração Geral da Prefeitura do Conde. Nomeado por sua esposa, a prefeita Marly Madeirol.

Outros dois ocupantes de primeiro escalão, Carlos Henrique Moreira da Silva, secretário de Saúde, e Cláudio Velame Reis Teles, secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Meio Ambiente, também enfrentam demandas na Justiça.

Carlos Henrique foi prefeito do Conde entre 1997 e 2000. Ele foi condenado em decisão de tribunal de terceira instância em 2008 e está inelegível por oito anos.

Cláudio Teles, secretário da Prefeitura do Conde há 12 anos, seguramente um caso inédito na gestão pública da Bahia, também responde a processo na Justiça.

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje