Embraer fecha contrato de R$ 839 milhões com Exército

São Paulo – A Embraer, por meio de suas subsidiárias Savis Tecnologia e Sistemas e OrbiSat Indústria e Aerolevantamento – do setor de defesa, anunciou, nesta segunda-feira, a assinatura de um acordo com o Exército Brasileiro para monitoramento de fronteiras no valor de 839 milhões de reais.De acordo com a companhia, a acordo contempla o monitoramento de 650 quilômetros de fronteira terrestre na faixa que acompanha a divisa do Mato Grosso do Sul com o Paraguai e Bolívia.

“Estamos capacitados a fornecer soluções integradas eficientes e de conteúdo nacional”, disse Luiz Carlos Aguiar, presidente da Embraer Defesa e Segurança. Segundo ele, o objetivo é exportar esse tipo de serviço de alto valor agregado.

Inicialmente, serão instalados subsistemas que estarão ligados à 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, em Dourados (MS), ao quartel-general do Comando Militar do Oeste, em Campo Grande (MS), e ao Comando Central do Exército, em Brasília (DF).

Na sua totalidade, o sistema compreende a vigilância e proteção das fronteiras terrestres do país em uma faixa de quase 17.000 quilômetros que separa o Brasil de 11 países vizinhos e se estende por dez estados e 27% do território nacional.

O braço de defesa da Embraer tem em seu portfólio aviões militares, tecnologias de radar de última geração, veículos aéreos não tripulados (VANT) e sistemas avançados de informação e comunicação, como as aplicações de comando, controle, comunicações, computação e inteligência,vigilância e reconhecimento (C4ISR).

Os aviões e as soluções militares da Embraer estão presentes em mais de 50 forças armadas de 48 países.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje