Em delação, Funaro detalha entrega de dinheiro a Geddel

Operador financeiro do PMDB, o corretor Lúcio Funaro esmiúça em seu acordo de colaboração premiada os supostos repasses que fez ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB).

Segundo o G1, preso pela Polícia Federal em junho do ano passado, Funaro é alvo de ação penal por fraudes no Fundo de Investimento do FGTS (FI-FGTS).Em um dos depoimentos – no último dia 7 –, o operador financeiro relatou que fez várias entregas de “malas de dinheiro” nas mãos de Geddel em uma sala no aeroporto de Salvador.

A defesa de Geddel já negou que o ex-ministro tenha recebido os valores. Funaro também deu informações sobre o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que também responde na ação sobre o FI-FGTS.

 

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje