É 'canalhice' afirmar que falta confiança no Brasil, diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comparou a situação da inflação no país com uma “febre de 38” graus e disse que é “canalhice” afirmar que existe falta confiança no Brasil no exterior.

As declarações foram dadas nesta quinta-feira (5) em uma palestra em Porto Alegre, durante evento promovido pela revista “Voto”, publicação especializada em política da região Sul do país.

Lula disse que a presidente Dilma Rousseff assumiu o compromisso de manter a inflação sob controle e que o mais afetado nos períodos de alta acaba sendo o trabalhador.

“A inflação está, pela primeira vez, por dez anos, dentro da meta. Está um pouquinho alta. É como se a gente tivesse não com 37 de febre, tivesse com 38 e tivesse que tomar remédio já para não deixar chegar a 39 ou a 40. Senão, tem que dar um choque mais pesado.”

Depois, Lula lembrou de quando a inflação chegava a 80% ao mês, na década de 1990, e afirmou que os responsáveis pela gestão da economia naquela época hoje criticam o governo.

CREDIBILIDADE

Em outro momento da palestra, sem citar nomes, Lula criticou analistas e políticos que veem o Brasil com menos credibilidade nos mercados.

“[Dizem:] Não está vindo investimento para o Brasil. O Brasil perdeu a confiança no mercado. Com que base alguém fala uma canalhice dessas contra o Brasil? Se há três anos consecutivos estamos entre o quarto ou quinto entre os países que mais recebem investimento direto.”

Na palestra, o petista também recomendou que Dilma e o ministro Guido Mantega viajem mais pelo mundo para atrair investimentos.

“Pelo amor de Deus, vamos na City, em Londres, falar bem do Brasil.”

Fonte: Folha de São Paulo

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje