Discurso público do governo municipal tentou esconder ações para impedir inserção de pautas locais na manifestação de ontem

Todo governo – e não apenas o de Alagoinhas – apresenta um discurso público em relação à determinada situação, mas nos bastidores age contrariamente ao que prega.

É uma prática recorrente, característica de grande parte dos políticos.

Em Alagoinhas, manobras diversionistas, se bem que não integradas, demonstrando uma completa falta de estratégia  do governo, foram detectadas nos dois dias anteriores à manifestação de ontem.

O secretário de Relações Institucionais, Gustavo Carmo, disse ao editor do Alagoinhas Hoje que o governo apoiava o movimento.

Tal apoio, se fosse verdadeiro, deveria ser integral e não questionar qualquer tipo de pauta.

Aconteceram  tentativas para retirar da manifestação o conteúdo local com a desculpa esfarrapada de que era preciso discutir as questões nacionais.

Felizmente, o Grupo Vem Pra Rua Alagoinhas entendeu que a amplitude do movimento estava vinculada às pautas gerais, sem retirar qualquer tema dos protestos.

Lidar na prática, e não em nível meramente discursivo, com as questões inerentes à democracia é algo que o governo municipal precisa aprender.

Já não bastam as tentativas de calar a imprensa?

A unanimidade perseguida pelo prefeito nunca será atingida.

Ele não está e nem estará incólume às críticas.

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje