Diretoras e funcionários do SAAE registram notícias crime na polícia contra Gilson Guimarães

A diretora-geral do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Maria das Graças Reis, a diretora administrativa e financeira da autarquia, Nadja Ferreira de Lima, o presidente da Comissão Permanente de Licitação (COPEL), Lino Amorim, e dois funcionários efetivos da empresa, que também atuam na COPEL, registraram, na tarde de ontem, na Delegacia Territorial de Alagoinhas, notícias crime contra o ex-vereador e sindicalista Gilson Guimarães.

As diretoras e os três funcionários efetivos alegaram que o diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente (SINDAE) vem acusando os gestores da autarquia de praticarem fraudes em licitações e adotando comportamento agressivo, em constante tom de ameaça, e uma série de intimidações.

Em conversa telefônica com o editor do site, na manhã desta quarta-feira, Guimarães negou ter ameaçado a diretora administrativa e financeira, mas admitiu que o clima da reunião que aconteceu na tarde ontem entre eles ficou tenso.

O sindicalista afirmou que Nadja foi questionada se estava gravando a reunião por meio de celular, mas negou, e logo a seguir ele constatou que ela estava fazendo o registro de áudio e vídeo da conversa sem sua autorização. 

Gilson admitiu que no transcorrer da conversa a diretora administrativa e financeira o informou que procuraria a delegacia territorial para registrar queixa. Ele relatou o fato imediatamente ao sindicato.

Ao editor do site, Gilson afirmou que o tema central do diálogo era a falta de fardamento de funcionários da nova empresa de terceirização de mão de obra do SAAE. “Os funcionários estão reclamando e fui apresentar as reivindicações aos gestores da autarquia”, salientou, acrescentando “que a diretora-geral não participou da reunião”

As notícias crime estão acompanhadas de vídeos e documentos que provariam as ameaças e intimidações do sindicalista.

O próximo passo da autoridade policial será a convocação de Gilson Guimarães, das diretoras e dos três funcionários para audiência na Delegacia Territorial de Alagoinhas. 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje