Consumo nas favelas movimenta R$ 13 bi por ano, diz pesquisa

O consumo nas comunidades cariocas movimenta R$ 13 bilhões por ano, segundo pesquisa realizada pelo Data Popular sobre o crescimento da classe C nas favelas da cidade divulgada nesta quarta-feira (20).

Em 2001, a classe D representava 48% da população das favelas do Rio. Em 2011, a participação deste grupo caiu quase dois terços, para 20%.

No mesmo período, a classe C mais que triplicou, saltando de 20% para 66% dos moradores.

O Data Popular entrevistou 500 homens e mulheres entre 15 e 25 anos em cinco favelas cariocas: Complexo do Alemão, Rocinha, Chatuba, Salgueiro e Cidade de Deus.

O levantamento ajuda a entender um pouco mais sobre os hábitos de consumo da população das favelas, segundo o instituto.

DE MARCA

A marca de um cerveja, por exemplo, é citada com a razão que leva 51% dos consumidores à sua decisão de compra. A qualidade é citada como a segunda razão (35% dos entrevistados) e o preço, a terceira (15%).

A referência de uma marca também é a principal razão para a compra de outros produtos como tênis, refrigerantes e roupas.

Fonte: Folha de São Paulo

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje