Comércio de Salvador vai demitir após Natal fraco, afirma Sindilojas

O presidente do Sindicato dos Lojistas da Bahia (Sindilojas), Paulo Motta, disse ao CORREIO que o varejo de Salvador deve reduzir em até 20% os postos de trabalho a partir dos meses de janeiro e fevereiro por conta do baixo volume de vendas registrado neste Natal.

A expectativa de crescimento que era de 1% não chegou a ser atingida, o que preocupa ainda mais os lojistas após um ano ano díficil em termos de lucro. “Não temos hoje nenhuma confiança com relação à economia, o que irá nos obrigar a demitir já no início de 2015”.

De acordo com Motta, o Natal fraco prejudicou o comércio de bens duráveis, que está desesperado e se sacrificando com liquidações para diminuir perdas e baixar o estoques. “O consumidor optou por presentes mais baratos. O Natal das lembrancinhas deu prefêrencia  a confecções, calçados,  bijuterias e artigos de cama e mesa, diante do medo do endividamento e dos juros altos”, analisou.

Outras entidades como a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas da Bahia (FCDL-BA) e a Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce) informaram ao CORREIO que só terão um balanço das vendas de Natal após o Réveillon, pois aguardam retorno quanto ao fluxo da troca de presentes, promoções pós-Natal e vendas até o dia 31.

“Temos uma expectativa de crescimento de pelo menos 10%. Estamos agora na fase de arrumar todas as prateleiras de novo para atrair as compras de final de ano. Só vamos fechar um balanço depois destas vendas”, afirmou o coordenador estadual da Abrasce na Bahia, Edson Piaggio.

O diretor-executivo da FCDL, Carlos Machado, também preferiu aguardar. “Até quinta deveremos ter esses números consolidados”. Segundo a Serasa Experian, as vendas em todo país, na semana de 18 a 24 de dezembro, registraram queda de 1,7% na comparação com igual período do ano anterior.

Foi também a primeira retração em 12 anos, segundo a Serasa. Em 2013, as vendas haviam subido 2,7% e, em 2012, 5,1%, percentuais sempre em compração ao ano anterior.

Fonte: Correio 24h

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje