China e África do Sul suspendem importações de carne brasileira

Os governos da China e da África do Sul decidiram suspender as importações de carne bovina brasileira. O Ministério da Agricultura confirmou ter recebido, nesta quinta-feira (13), notificações oficiais dos dois países sobre o assunto. Os documentos alertam o governo brasileiro sobre o embargo temporário à carne bovina do país e pedem mais esclarecimentos sobre a identificação do agente causador do mal da vaca louca num animal morto no Paraná em dezembro de 2010.
O episódio, anunciado pelo governo brasileiro na sexta-feira (7), provocou a suspensão de importação de carne bovina do país pelo Japão. A Rússia, principal comprador da carne brasileira, e o Irã também ameaçam barrar a entrada do produto. Os pecuaristas venezuelanos também querem a suspensão temporária da importação de carne bovina congelada e de animais vivos do Brasil. Foi a primeira vez que o Brasil registrou a presença do agente causador do mal da vaca louca.
A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) decidiu, contudo, manter a classificação do país como de risco insignificante para a doença. Segundo o ministro, o consumidor brasileiro não corre o risco de contaminação ao ingerir carne bovina. Todos os animais da propriedade envolvida no episódio foram mortos e todos os exames feitos nos últimos anos deram negativo para a vaca louca.
Fonte: Folha de São Paulo

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje