Central de Atendimento COVID-19: profissionais de saúde orientam a população

Desde o início dos primeiros casos suspeitos de coronavírus no município, as equipes de saúde seguem mobilizadas, em Alagoinhas. Além da estruturação e do fortalecimento da rede de cuidados, para assegurar o atendimento a pacientes com sintomas da COVID-19, frente à pandemia, a Prefeitura disponibilizou também contatos telefônicos especificamente voltados para atender às dúvidas da população.

Através dos números (75) 99824-0789(75) 99811-4772 e (75) 99707-7942, disponibilizados pelo município, equipes capacitadas, da área da saúde, orientam o cidadão sobre sintomas, esclarecem questionamentos quanto ao quadro clínico, identificam fatores de risco, conforme protocolo nacional, e encaminham para as unidades de referência aqueles que manifestarem sintomatologia semelhante ou correspondente à COVID-19.

Incorporada à rede, a ferramenta de triagem integra as ações desenvolvidas para a gestão dos efeitos da pandemia na cidade.

“A ideia do call center, implantado em março, foi justamente acolher à comunidade, trazer um direcionamento de fluxo, esclarecer e sanar as dúvidas da população frente à pandemia”, ressaltou a secretária municipal de saúde, Rosania Rabelo. Segundo ela, o serviço funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, ininterruptamente, com profissionais atendendo à população.

De acordo com o coordenador de enfermagem Rogério Dourado, que atua no Serviço Móvel de Urgência do município, além de manter a população esclarecida sobre a doença, as linhas telefônicas também contribuem para orientar pacientes de acordo com a gravidade da situação. “Os pacientes são triados de acordo os sintomas e são encaminhados para unidades de saúde do município”, destacou Dourado. Desde março, quando foram iniciados os serviços da Central de Atendimento COVID-19, mais de 400 chamadas foram registradas, com encaminhamento pelas equipes de saúde.

A SESAU destaca ainda que o atendimento remoto não diminui a importância da consulta presencial, nos casos de pacientes com sintomas moderados, pelo contrário; a intenção é que a ferramenta facilite o fluxo para as unidades de referência, evitando aglomerações, durante a pandemia e, paralelamente, que, a partir da Central de Atendimento, as pessoas possam esclarecer as condutas corretas para uma avaliação médica precisa.

Confira:

 

 

Fonte: Agência Brasil

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje