Catu: escola de música começa a funcionar

“Tenho vontade de aprender a tocar violão e teclado. O meu maior sonho é tocar na igreja. Lá nós temos os instrumentos, mas não temos o conhecimento, então será uma oportunidade de grande importância”. Foi com essas palavras que Isaura Lima Santana, de 65 anos, aluna da Escola de Música Oderval de Souza Lima, comemorou a primeira aula, nesta segunda-feira, dia 14. “Adquirir conhecimento. Esse foi o principal motivo para eu me matricular na oficina. Será meu primeiro contato com os instrumentos musicais. Quero aprender a tocá-los, especificamente o violão”, planeja o aluno Adriomar Santos Leão.

A escola, que foi inaugurada no aniversário da cidade (26.06), está com cerca de 70 alunos matriculados, sendo 35 no turno matutino e 35 no turno vespertino e as aulas serão realizadas sempre as segundas e sextas-feiras. No evento, foi apresentada a biografia do músico catuense  Oderval de Souza Lima, que deu o nome a escola.

O diretor de patrimônio e assistência ao educando, Carlos Barbosa, e o professor de música, Ednaldo Paiva, conhecido popularmente por Mutuquinha, presidiram a primeira aula. “Trabalho com música há anos, sou professor do curso de extensão da UFBA e estou aqui passando um pouco do meu conhecimento a turma. A música vem para interagir, resgatar jovens do tempo ocioso, despertar a curiosidade em aprender novos instrumentos, além de ser um grande passaporte para a mudança e desenvolvimento das crianças e adolescentes”, afirmou Mutuquinha.

Fonte:Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Catu

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje