Catu: André Marques afirma que sua expectativa era ser nomeado para a Secretaria de Saúde

Pastor Daniel, vice-prefeito eleito, Geranílson Requião, prefeito eleito, e André Marques (de branco)

O médico André Marques, que figurou na lista de pré-candidatos à Prefeitura de Catu, rompeu com a prefeita do município, Gilcina Carvalho, presidente de seu antigo partido (PR), e apoiou Geranílson Requião (PT), prefeito eleito depois de quatro tentativas frustradas. André teve papel relevante na vitória do petista.

Em conversa com o Alagoinhas Hoje, André afirmou que sua expectativa, mesmo não tendo existido acordo eleitoral que lhe garantisse a Secretaria de Saúde, era ser nomeado para pasta por sua larga experiência na área, inclusive na direção da própria secretaria.

Segundo fontes vinculadas ao prefeito eleito ele nomeará para a Secretaria de Saúde a fisioterapeuta Mariana Requião, sua filha, – fato confirmado ao site por André -, que não tem experiência na gestão pública de uma área tão complexa e com as dificuldades históricas da saúde catuense.

Para André, a possível nomeação de Mariana Requião poderá ser interpretada pela população como um desejo do prefeito de governar com a família e amigos mais próximos, sem levar em consideração questões técnicas. “Em minha opinião será um prato cheio para a oposição”, declarou o médico, acrescentando que “parte da comunidade catuense também esperava sua nomeação para a Secretaria de Saúde”.

Ele afirmou ao Alagoinhas Hoje que mantém com o prefeito eleito uma amizade mais sólida do que no passado, graças à convivência no período eleitoral, e que acredita em sua liderança para mudar os rumos de Catu. André disse que vê grandes perspectivas para Catu e por isso mesmo vai ampliar sua clínica e implantar uma indústria no município em 2013.

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje