Bolsonaro monta governo sem interface com política, diz Marinho

Ex-líder do PRB e integrante da comissão executiva do partido, o deputado federal  Marcio Marinho (BA) afirmou, em entrevista ao Estadão, que o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) tem montado um governo sem articulação com a política.

Reportagem do Estadão aponta que o modelo de negociação política adotado pelo capitão reformado para a formação do primeiro escalão do futuro governo tem causado desconforto entre os líderes dos partidos do chamado Centrão.

“Bolsonaro está montando um governo sem fazer interface com a política. Mas a gente sabe que isso aqui (Congresso) tem vida própria, nós representamos a todos no Congresso, são muitas demandas. Em determinado momento, acho que terá que ser repensado”, afirmou o parlamentar ao Estadão.

Conforme a reportagem, Bolsonaro teria deixado de lado os principais dirigentes do DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade nas conversas para a composição do governo. O presidente eleito trata das nomeações diretamente com deputados representantes de segmentos econômicos e sociais, reunidos em frentes parlamentares.

Nos bastidores, dirigentes partidários dizem que as frentes parlamentares são heterogêneas e que não agregarão votos, já que não há relação de liderança entre os núcleos destas bancadas e os demais deputados.

Algumas das frentes passam de 200 inscritos, mas muitos dos parlamentares não têm participação efetiva. Os presidentes das frentes não têm ascendência sobre os demais integrantes.

Por outro lado, as direções das siglas poderiam fechar questão e orientar votos em projetos levados ao plenário. Sendo assim, os deputados estariam sujeitos a punições em caso de descumprimento da orientação.

 

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje