BATE PRONTO 14

Mais uma coluna Bate Pronto, que mesmo sem periodicidade definida, tem conseguido agregar novos leitores. Nosso compromisso é aprofundar as informações para que os leitores tenham condições de acessar fatos característicos dos bastidores da política e acontecimentos interessantes da vida social de Alagoinhas.

Seja repórter e envie sua sugestão de pauta. Você pode construir o site com a gente.

Vistoria I

A unidade do Corpo de Bombeiros de Alagoinhas não emite o auto de vistoria, necessário para o funcionamento de empresas e renovação da licença. Apenas recepciona a solicitação e a envia para o Corpo de Bombeiros de Feira de Santana, que tem poder para fazer a emissão. Com isso, os processos tramitam a passos de tartaruga.

Vistoria II

Melhor seria denominar a unidade local do Corpo de Bombeiros de Briga de Incêndio. E perguntar: está preparada para debelar incêndios de grandes proporções? Depender de Feira de Santana para a emissão de um auto de vistoria é inadmissível, sem lógica e uma total falta de bom senso.

Vigilância Sanitária

Muitos problemas também têm sido enfrentados por empresas de segmentos que necessitam de alvarás da Vigilância Sanitária para funcionar. Com a palavra o secretário de Saúde, Reginaldo Paiva, que segundo analistas está revolucionando a área. Um bom oftalmologista faria bem a quem vê o que não é real.

Processo Seletivo

A Prefeitura de Alagoinhas está preparando processo seletivo para aproximadamente 500 vagas a serem preenchidas nas secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social. A licitação para a contratação da empresa que coordenará o trabalho está em vias de ser realizada.

SEDUC I

As pressões sobre o secretário de Educação, Caio Castro, são muito grandes e ele estaria “arrumando as malas” para sair em curto espaço de tempo. O fogo amigo, apesar de declarações públicas de apoio ao gestor da SEDUC, é fato. A secretaria é uma das joias da coroa pelo dinheiro que movimenta e muita gente quer ter controle sobre ela.

SEDUC II

O reparo das instalações hidráulicas e elétricas das escolas municipais não está sendo feito nos prazos adequados para atender às necessidades das unidades. Um simples reparo de sanitário leva uma semana ou mais para ser concretizado. Equipe de manutenção pequena e dificuldades de logística estariam emperrando o trabalho.

Sumiço

Allisson Mateus, da M. Pinheiro Construções & Serviços, empresa supostamente envolvida em desvio de recursos públicos da Prefeitura de Governador Mangabeira, sumiu de Alagoinhas. Muitos prefeitos da região estão sem dormir. Se o “empresário” resolver falar, na hipótese de delação premiada, vai causar problemas a muita gente com a qual manteve negócios.

Título

A concessão do título de cidadão alagoinhense ao deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), presidente da Assembleia Legislativa, movimentou a Câmara de Vereadores na tarde de ontem. Muitos discursos, salamaleques e confetes próprios destas ocasiões. Um detalhe: na saída, o homenageado esqueceu o título, que foi encontrado hoje de manhã pelos funcionários que fazem a limpeza das instalações do legislativo. Esta merece entrar no folclore político da Bahia.

Licitação

Hoje pela manhã no Centro Administrativo Municipal teve sequência a licitação para contratação da empresa que fará a gestão do aterro sanitário. Pule de dez, a ARQTEC foi desclassificada porque apresentou certidão de comprovação técnica de um engenheiro responsável vencida. A RETEC e a Torre também foram desclassificadas. Restou a ART. Mas muitos recursos ainda serão impetrados junto à Comissão Permanente de Licitação e até mesmo na Justiça.

Bilhetagem 

O secretário de Relações Institucionais, Gustavo Carmo, fez contato com o site e afirmou que o sistema urbano de bilhetagem eletrônica entrará em vigor na segunda quinzena de Junho. O aumento do preço das passagens dos atuais R$1,90 para R$2,10 só entrará em vigor quando as empresas implantarem o sistema. O acordo foi firmado entre a prefeitura, sindicato das empresas, Comissão de Transportes da Câmara de Vereadores e representantes dos estudantes, que fizeram a exigência de vincular a concessão do aumento das passagens à implantação da bilhetagem eletrônica.

Sessão

Tudo indica que a promotora de Justiça Tereza Joilza recomendará a anulação da sessão da Câmara de Vereadores de 27 de Dezembro de 2012. Se acatada, a proposição do Ministério Público determinará a suspensão dos efeitos dos projetos de lei aprovados pela Casa, inclusive o da reforma tributária. Confusão à vista. O governo tem um plano B?

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje