Aulas de violino fazem parte do Projeto Florescer, que contempla outras atividades

As aulas de violino ministradas em oito escolas fazem parte do Projeto Florescer, que foi implantado pela Secretaria de Educação (SEDUC) em 33 escolas municipais da sede e da zona rural de Alagoinhas.

Além do reforço escolar em Matemática e Português, o Projeto Florescer contempla atividades complementares de karatê, dança, informática, futebol, capoeira e violino, atendendo 2.000 alunos da rede municipal.

Para Caio Castro, secretário de Educação, o reforço proporcionado é uma forma de possibilitar a melhoria do desempenho dos estudantes nas duas disciplinas, que são fundamentais para o prosseguimento qualitativo da trajetória escolar de cada um deles. “Entendemos o ser humano em sua complexidade e por isso mesmo implantamos o Projeto Florescer, que oferece alternativas para o crescimento integral dos alunos da rede municipal, que hoje têm nas 33 escolas participantes a condição de praticar  karatê, dança, aprender informática e ter acesso a um instrumento como o violino (em oito escolas inicialmente)”, afirmou o secretário.

Ele salienta que o Projeto Florescer é um sucesso por conta da preocupação que tem com os estudantes para além da sala de aula. “As atividades complementares permitem a canalização da energia de cada um dos alunos participantes e isso certamente tem reflexos na apreensão de seus conhecimentos, no rendimento escolar e na convivência em sociedade”, avalia o secretário.

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje