Após Marina assumir, coordenador de Campos deixa campanha do PSB

Um dia depois de lançar Marina Silva como candidata à presidência no lugar de Eduardo Campos, morto tragicamente na semana passada, o PSB teve seu primeiro problema com a nova configuração da nova chapa, que tem o deputado socialista Beto Albuquerque como vice de Marina. O coordenador geral da campanha, Carlos Siqueira, resolveu deixar o posto por divergências com a Rede, de Marina. A saída teria sido provocada pela nomeação de Walter Feldman (PSB), aliado de Marina na Rede, como coordenador adjunto da campanha.

Carlos Siqueira, militante histórico do PSB e secretário-geral do partido, chegou no fim da manhã desta quinta-feira à sede do PSB e explicou sua decisão de abandonar a campanha de Marina. Segundo ele, com a morte de Eduardo, a nova candidata deve escolher alguém de sua confiança.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje