Apoiadores de Lula criam campanha na web para defender ex-presidente

Com a frase “Mexeu com Lula, mexeu comigo”, internautas iniciaram uma campanha em redes sociais para defender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após novas suspeitas sobre a sua participação no esquema do mensalão.

Tendo como principal alvo a oposição e veículos de imprensa, a maioria das postagens contesta as declarações do empresário Marcos Valério feitos à Procuradoria Geral da República e reveladas pelo jornal “O Estado de S. Paulo”.

De acordo o depoimento de Valério, Lula teve despesas pagas pelo empresário, já condenado pelo mensalão, e deu aval para empréstimos que alimentaram o esquema.

No Twitter, dirigentes petistas, como o presidente da sigla, Rui Falcão, aderiram à manifestação nesta sexta-feira, acusando uma “ofensiva contra Lula”. “Desde o julgamento da AP 470, em que se tentou impor uma derrota à esquerda, iniciou-se ofensiva contra Lula #MexeuComLulaMexeuComigo”, escreveu Falcão.

O ex-ministro Orlando Silva (PC do B), que deixou o governo após denúncias de irregularidades no Ministério do Esporte, também saiu em defesa do ex-chefe. “Se bem conheço Luís Inácio, ele dará uma bela resposta, junto com o povo, aos provocadores e falsários, em 2014. #MexeuComLulaMexeuComigo.”

A hashtag (#) é usado para marcar palavra-chave ou tópico em um Tweet. Qualquer usuário do Twitter pode categorizar ou seguir tópicos com hashtags. É a forma mais rápida de unir conteúdos e compartilhar interesses na Internet.

Apoiadores ainda convocaram para hoje um “tuitaço” (nome dado a protestos que são feitos pela rede social Twitter). A intenção é tornar a hashtag #MexeucomLulamexeucomigo um dos tópicos mais comentados no site.

Folha de São Paulo

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje