Alagoinhas pode ganhar serviço de tratamento contra o câncer

ONCOLOGIA 1

A implantação do serviço de oncologia em Alagoinhas pode se tornar realidade. Foi o que revelou o secretário estadual da Saúde, Jorge Solla nesta quarta-feira (23), em visita às instalações do Hospital das Clínicas de Alagoinhas – HCA. A visita foi articulada pelo deputado Joseildo Ramos (PT) e pelo vereador Luciano Sérgio (PT), presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal. Durante a visita o secretário conversou com o diretor geral do hospital, Dr. Mauro Azi, que apresentou o projeto para implantação da Unidade de Oncologia de Alagoinhas.

De acordo com Solla, nos próximos dias uma equipe técnica da SESAB irá visitar a unidade hospitalar a fim de encaminhar o contrato de prestação de serviço, que vai possibilitar a realização de cirurgias, tratamento de radioterapia e quimioterapia, através do SUS e de outros convênios, para a população dos mais de 50 municípios que compõem a Macro Região Nordeste do Estado.  “Avançamos muito nos últimos anos e as regiões Oeste e Nordeste são as únicas que ainda não possuem a prestação deste importante serviço. O HCA tem todas as condições de abrigar a Unidade de Oncologia e vamos trabalhar para que o mais breve possível o serviço esteja disponível”, finalizou. As cirurgias cardiológicas e o serviço de hemodinâmica também poderão ser realizados pelo HCA a partir do convênio com a SESAB.

O deputado Joseildo comemorou a possibilidade de convênio, ressaltando a importância deste serviço para a população de Alagoinhas e região. “Hoje testemunhamos um dia histórico para a população de nossa cidade e dos demais municípios do território, com a real possibilidade do contrato de prestação de serviços entre o HCA e a Secretaria da Saúde da Bahia”, concluiu.  

ONCOLOGIA 2

Neurocirurgia

Ainda durante a visita, o secretário confirmou o inicio do atendimento de neurocirurgia, afirmando que equipamentos como o tomógrafo e microscópio neurocirúrgico já foram adquiridos. Além disso, os profissionais especializados estão sendo contratados pela Fundação Monte Tabor, empresa que administra o Hospital Regional Dantas Bião. Solla ressaltou que a dificuldade para a prestação do serviço se dá pela falta de médicos neurocirurgiões no estado da Bahia.

Fonte: Assessoria de Comunicação do deputado Joseildo Ramos – Fotos: Tárcio Mota

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje