Alagoinhas está fora do trajeto da futura ferrovia Salvador-Recife

O Alagoinhas Hoje publica matéria extraída do site da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), veiculada no dia 1º de Julho, que comprova que o município ficará fora do trajeto da futura ferrovia entre Salvador e Recife.

Feira de Santana será a cidade baiana mais beneficiada pela ferrovia, que também passará no território de Aramari e em cidades próximas de Alagoinhas.

Não tem cabimento algum a ferrovia não cortar o território de Alagoinhas, que está pagando alto preço pela falta de representatividade política no plano federal.

De nada adianta adotar deputado federal. É preciso que uma mulher ou um homem com ligações históricas, familiares, empresariais e sociais com a cidade seja levada (o) à Câmara dos Deputados para que assim Alagoinhas possa ser inserida nas grandes questões que dizem respeito ao desenvolvimento do Nordeste e do estado da Bahia.

Aramari tem uma vasta história ligada ao transporte ferroviário. Nada contra a cidade. Mas Alagoinhas sempre foi o eixo central da ferrovia na Bahia.

Vai perder para sempre a possibilidade de voltar a ser protagonista neste setor da economia nacional, que ganhará maior relevância nos próximos anos com a reestatização de muitos trechos ferroviários Brasil à fora.

Maurílio Fontes

Editor do Alagoinhas Hoje

ANTT promove reuniões sobre ferrovia Salvador-Recife

Sala de Imprensa  |  01/07/2013

Duas reuniões participativas serão realizadas para discutir o projeto do traçado do trecho ferroviário entre Feira de Santana e Ipojuca. A primeira é em Feira de Santana(BA), nesta segunda-feira (01/07) e a segunda em Recife(PE), na próxima quarta-feira (03/07). O trecho ferroviário integra o Plano de Investimento em Logística lançado pelo governo em agosto do ano passado. A ferrovia terá 893 Km de extensão, cortando 37 municípios nos estados da Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco.

O ponto de partida localiza-se em Feira de Santana, onde será instalado o pátio de interligação com o trecho ferroviário Belo Horizonte (MG)-Salvador (BA). Em Ipojuca (PE) os trilhos farão ligação com a Ferrovia Nordestina. A principal obra de arte desse trecho será a ponte sobre o rio São Francisco entre os estados de Sergipe e Alagoas, com extensão de 2.700 metros.

Na Bahia a ferrovia passará pelos municípios de Feira de Santana, Coração de Maria, Santanópolis, Irará, Ouriçangas, Aramari, Inhambupe, Crisópolis, Olindina, Itapicuru, Tobias Barreto, Poço Verde, Fátima, Adustina, Paripiranga, Coronel João Sá e Pedro Alexandre.

Em Sergipe os trilhos cortarão os municípios de Carira, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre de Sergipe, Porto da Folha e Poço Redondo. No estado de Alagoas a ferrovia passará pelos municípios de Pão de Açúcar, São José da Tapera, Senador Rui Palmeira, Poço das Trincheiras, Maravilha e Ouro Branco. Por Pernambuco, serão atravessados os municípios Rio Formoso, Gameleira, Ribeirão, Sirinhaém e Ipojuca.

Em Feira de Santana, a reunião do dia 1º de julho ocorrerá de 14h às 18h, no Hotel Ibis, na rua Coronel José Pinto dos Santos, nº 700 – Bairro São João. Em Recife, a reunião do dia 03 de julho será entre 14h e 18h no Recife Praia Hotel, na Avenida  Boa Viagem, nº 9 – Pina.

As informações são da ANTT.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje