Detran-Ba vai entrar na Justiça contra exame toxicológico para motoristas

APLICATIVO-DETRAN-NOVEMBRO.jpg

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) se manifestou contrário à decisão do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que baixou resolução tornando obrigatório o exame toxicológico para motoristas de caminhões, ônibus e carretas, sem que os estados estivessem preparados para aplicar a medida. O órgão informou ainda que Bahia vai acionar a Justiça para garantir que os condutores não sejam prejudicados.

“Como não houve entendimento com o Contran, vamos à Procuradoria Geral do Estado e ao Ministério Público para entrar com uma ação judicial que garanta a suspensão do exame na Bahia”, anunciou o diretor-geral do Detran-BA Lúcio Gomes. Segundo ele, na Bahia, não há como cumprir a resolução por falta de condições técnicas.

“A situação se repete em todo o país, inclusive aqui em São Paulo, um estado rico. Seria prudente que o Contran retardasse essa decisão para discutir amplamente com os Detrans”, propôs Gomes, durante o 52º Encontro Nacional dos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans), que acontece em São Paulo. Por unanimidade, os Detrans rejeitaram a aplicação da resolução que estabelece a exigência do exame toxicológico.

Fonte: Correio 24h

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje