Varejo e Agronegócio animam projeções do PIB

Os resultados divulgados neste início de semana pelo IBGE confirmam o final da recessão e, em relação ao segundo trimestre do ano passado, as apostas mais otimistas da Fecomercio-BA Bahia se mostraram muito próximas do resultado efetivo: em relação ao segundo trimestre de 2016 o PIB cresceu 0,3% e o primeiro semestre manteve-se neutro. Na comparação com ajuste sazonal frente ao primeiro trimestre, o PIB cresceu 0,2%, acima também das expectativas de mercado. Diante desses resultados a Fecomércio-BA mantém sua projeção para o PIB do ano mais otimista do que a média: algo entre 0,5% e 1%.

Na comparação com o mesmo trimestre do ano passado os resultados foram:

PIB: 0,3% assim distribuídos:

Ótica da Produção: Agropecuária +14,9%, Indústria – 2,1% e Comércio e Serviços -0,3%;

Ótica do Consumo: Consumo das Famílias 0,7%, Consumo do Governo -2,4%, Formação Bruta de Capital – 6,5%;

Setor Externo: Exportação +2,5% e Importação -3,3%.

Para a Fecomercio-BA,  os resultados não surpreendem porque a entidade tinha uma visão mais positiva do desempenho da economia, baseada em seus indicadores de Comércio, Serviços e de Confiança do Consumidor e dos Empresários. Mas o resultado do PIB não foi linear, e ainda restam grandes preocupações que a entidade espera ver mitigadas já a partir do segundo semestre do ano, principalmente com a perspectiva de aprovação da reforma da Previdência.

Como se vê, na ótica da produção, o setor Agropecuário continua a puxar o PIB e os Serviços e Indústria ainda têm resultados negativos. Todavia a queda do setor de Serviços, o maio da economia, está cada vez menor, e tende a migrar para o campo positivo nesta segunda metade do ano. Há um longo caminho anda para que todos os setores voltem a produzir dentro de suas possibilidades, mas o caminho está sendo trilhado. O segmento ainda mais complicado é o da Indústria, que continua a produzir muito abaixo de suas capacidades e, como se pode notar, está aquém de investir o necessário para voltar a crescer robustamente.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje