Temer quer retirar direitos dos trabalhadores e dos estudantes, diz nova presidente da UNE

A nova presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Marianna Dias, afirmou em entrevista exclusiva à Sputnik Brasil que o mês de agosto será marcado por atos da entidade e que a UNE não baixou a guarda para o presidente Michel Temer (PMDB).

“É um momento muito difícil. Um momento em que o Governo tem uma rapidez e tem se utilizado de muitos artefatos para dar continuidade a um projeto político que retira direitos dos trabalhadores e dos estudantes”, disse.

Ex-Presidente Lula entre militantes do PT
Marianna, de 25 anos, é estudante de pedagogia da Universidade do Estado da Bahia e foi eleita para o cargo no 55º Congresso da UNE, em 18 de junho. Ela afirma que agosto será marcado por uma agenda intensa por ocasião do aniversário de 80 anos da UNE.

A presidente da entidade estudantil também garantiu que novos atos contra Temer acontecerão em parceria com outros movimentos sociais, como a Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo.

“Ainda que Michel Temer insista, ainda que ele utilize de artifícios perversos e poderosos para se manter no poder, a gente tem esperança.”

Fonte: Sputnik

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje