Suspeito de matar namorado alega que foi estuprado pela vítima

O suspeito de praticar o crime de latrocínio (roubo seguido de morte) contra Valdemiro Alexandrino Santos Neto, 57 anos, foi preso na noite desta quarta, 6, em Feira de Santana. Victor Cleyman Costa Pithon, 19 anos, confessou o crime, mas alegou que matou Valdemiro após ser estuprado por ele.

Victor e Valdemiro mantinham um relacionamento homoafetivo. “Eu tive a ideia do crime depois que ele me estuprou. Eu era ativo e ele abusou de mim. Eu estava drogado, deitado na cama somente de cueca, quando ele me estuprou”, disse para o site Acorda Cidade.

O delegado André Ribeiro não acredita na versão do jovem. “Victor foi contraditório no depoimento. Disse que já tinha visto que a vítima tinha dinheiro e estava tramando o crime, então não acredito na versão do estupro”, disse.

Planejamento

Após o suposto estupro, Victor começou a planejar o homicídio. Um adolescente, amigo de Victor, disse que ele o chamou para matar o companheiro, mas ele não aceitou. Victor também chegou a colocar chumbinho no almoço da vítima no último sábado, 2.

Sem obter sucesso na ação, ele chamou Luiz Antônio Silva Pauferro, 18 anos, para cometer o crime. Segundo o Acorda Cidade, ele teria dito para Valdemiro que Luiz era gay, o que fez a vítima permitir a entrada do jovem em sua casa. Victor, então, teria pedido que o companheiro fizesse um lanche e quando ele se afastou, teria sido golpeado na cabeça por uma pedrada por Luiz.

Após o crime, a dupla fugiu com R$ 2.600,00 de Valdemiro, um veículo Hyundai HB20 e alguns perfumes. Os produtos e dinheiro já foram recuperados. Luiz Antônio está foragido.

 

Fonte: A Tarde/Fotos: Reprodução | Acorda Cidade

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje