STF deve decidir nesta sexta-feira sobre divulgação de vídeo de reunião de Bolsonaro

Pode ser decidida nesta sexta-feira (15) pelo ministro Celso de Mello, relator do inquérito sobre o ex-ministro Sergio Moro e o presidente Jair Bolsonaro no Supremo Tribunal Federal (STF), a divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril apontado pelo ex-juiz como prova de intervenção indevida do presidente na Polícia Federal. O prazo para que as partes do inquérito se manifestem sobre a retirada do sigilo do vídeo acaba nesta sexta-feira. A informação é do jornal O Globo.

Moro defende a divulgação na íntegra do material, enquanto que a AGU pediu para que só seja dada publicidade às falas de Bolsonaro,exceto “a breve referência a eventuais e supostos comportamentos de nações amigas”, e mantenha em sigilo as manifestações dos demais participantes da reunião. A Procuradoria-Geral da República (PGR) defendeu que sejam divulgados apenas trechos relacionados ao inquérito. De acordo com Aras, a divulgação completa da gravação serviria de “arsenal de uso político, pré-eleitoral (2022), de instabilidade pública”.

 

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje