STF define hoje últimas penas de réus do Mensalão

As três últimas penas da Ação Penal 470, o processo do mensalão, serão fixadas hoje, no Supremo Tribunal Federal (STF) – as do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP),  do ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ) e do ex-tesoureiro informal do PTB Emerson Palmieri.

Com isso, a dosimetria (cálculo das penas) para os 25 condenados no processo deverá ser concluída à tarde. A fixação de penas começou no dia 23 de outubro e é uma das etapas finais do julgamento, que completará quatro meses no próximo domingo. A dosimetria começou logo após a análise da conduta dos 37 réus.

Os ministros adotaram regras semelhantes para punir réus que desempenharam papéis parecidos no esquema de pagamento de propina, embora algumas divergências de metodologia tenham surgido. As penas mais graves foram sugeridas pelo relator Joaquim Barbosa, enquanto o revisor Ricardo Lewandowski adotou penas mais amenas. Fonte: Política Livre

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje