STF decide pela continuidade de impeachment de Temer

vice-presidente-michel-temer-em-brasilia-em-05-05

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, determinou nesta terça-feira que o presidente da Câmara dos Deputados,Eduardo Cunha, deve dar continuidade ao processo de  abertura de impeachment contra o vice-presidente Michel Temer.

Em dezembro do ano passado, o advogado Mariel Márley Marra protocolou o pedido na Câmara dos Deputados, sob a justificativa de que Temer cometeu crime de responsabilidade ao assinar decretos que autorizam a abertura de crédito suplementar sem a autorização do Congresso. O pedido, no entanto, foi arquivado pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A prática é um dos argumentos do requerimento contra Dilma Rousseff, que tramita na Comissão Especial de Impeachment na Câmara.
Marra recorreu ao STF alegando que Cunha não poderia ter julgado sozinho a abertura do processo e que deveria abrir uma comissão para decidir sobre a abertura do processo contra Temer.

Fonte: Exame

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje