Sindicância vai apurar caso envolvendo guarda municipal

bruno-conceicao-santos_1636328

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) informou, por meio de nota, que a secretária Rosemma Maluf aguarda boletim de ocorrência da Polícia Civil para abrir uma sindicância, no âmbito da Superintendência de Segurança Urbana e Prevenção a Violência (Susprev), para a adoção dos procedimentos legais contra o responsável do caso envolvendo a Guarda Municipal de Salvador e o gari Bruno Conceição Santos, de 25 anos, que foi baleado após furar – de moto – uma blitz da Lei Seca da Transalvador na Av. Vasco da Gama, na madrugada desta terça-feira, 17.

Bruno foi atingido no braço esquerdo por um guarda municipal, que não teve o nome divulgado, cuja guarnição atuava em apoio à fiscalização montada nas proximidades da Arena Fonte Nova, sentido Sete Portas. Ele foi levado por outra guarnição ao Hospital Geral do Estado (HGE) e disse aos agentes do posto da Polícia Civil da unidade que tentou fugir porque estava com a carteira nacional de habilitação (CNH) e o documento do veículo “atrasados”.

Três guardas municipais e o carona da motocicleta, Jorge de Oliveira Costa, foram ouvidos nesta terça e, em seguida, liberados na Central de Flagrantes, no Iguatemi, onde foi instaurado um inquérito. À tarde, o documento foi enviado à 6ª Delegacia Territorial (DT/Brotas), unidade responsável por dar continuidade às investigações do caso.

Bruno segue internado no HGE. Pela manhã, ele aguardava vaga para fazer cirurgia na unidade. No final da tarde, a assessoria da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) apenas informou que o quadro dele é estável.

Outra versão

O coordenador do Serviço de Inteligência da Guarda Municipal, Matheus Adan, disse que, ao receber a ordem para parar,  Bruno jogou a moto [Honda XRE 300 branca, modelo 2015, placa NYK 8220] em cima dos guardas.

“Nesse momento, o carona da moto, Jorge de Oliveira Costa, colocou a mão na cintura, fazendo menção de estar armado e o guarda, para evitar essa injusta agressão, efetuou um disparo de advertência”, afirmou Adan.

Segundo ele, Bruno e Jorge continuaram fugindo após o disparo, mas foram  capturados metros depois por outra guarnição. “Antes, eles dispensaram um material não localizado. Havia duas porções de maconha na mochila de Bruno. Além disso, a moto usada por ele apresentava sinais de adulteração, como peças de outro modelo”, completou.

Em nota, a Guarda Municipal de Salvador informou que “Bruno apresentou o documento de uma moto de outro modelo e em nome de outro proprietário. A moto estava com a placa sem lacre e IPVA atrasado desde 2014”.

A delegada Maria Dail Sá Barreto, titular da 6ª DT, informou que dois guardas efetuaram disparos e as porções de maconha estavam com Jorge.

Protesto

A atitude causou revolta em familiares e colegas de trabalho do rapaz. “Eles vão ter que pagar. Quando chegaram aqui no hospital, os guardas ainda trataram meu irmão (Bruno) com a maior ignorância, como se fosse um vagabundo”, afirmou o motorista Alzemir Conceição Santos, 31.

Segundo ele, Bruno é contratado da Revita e atua nas praias da Barra. Saiu do trabalho e estava a caminho de casa, na região de Cajazeiras, quando passou pela blitz por volta de 1h30. O colega de trabalho Jorge de Oliveira Costa estava na carona da moto.

“Bruno contou que os guardas mandaram parar, mas  ele   não parou. Os guardas foram atrás,  ele seguiu em alta velocidade e os caras atiraram. E seguiram  atirando. Até que Bruno foi atingido no braço. Não aconteceu nada com o colega dele”, contou Alzemir Santos.

À tarde, um  grupo de garis parou as atividades, em Canabrava, em protesto contra a atitude dos guardas. Os garis voltaram ao trabalho após acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública do Estado da Bahia (Sindilimp-BA).

Estimativa do diretor da Limpurb, Kaio Moraes, dá conta de que a coleta tenha sido prejudicada em 60% da cidade.”Mas haverá reforço nas próximas horas para que a situação seja normalizada no menor tempo possível”, informou a nota.

Fonte: A Tarde

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje