Secretário de Educação se contradiz e não consegue explicar desapropriação de imóvel

Na entrevista concedida ao radialista Vanderlei Soares, âncora do Programa Linha Direta, da 93 FM, segunda-feira, 27, o secretário de Educação, Caio Castro, não conseguiu explicar o processo de desapropriação da Creche Girassol e foi  totalmente contraditório, embora detenha uma boa capacidade de articulação verbal.

Em um determinado momento da entrevista, Caio justificou a desapropriação pela necessidade do poder público investir na melhoria das instalações físicas do imóvel, visto que a municipalidade estaria impedida legalmente de fazer intervenções em uma propriedade particular.

Matéria da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Alagoinhas reproduzida na íntegra abaixo demonstra que o secretário, no trecho de sua entrevista citado neste parágrafo, esqueceu que a SEDUC  já havia feito os investimentos.

Noutro trecho da entrevista, ele afirmou que já havia realizado as melhorias necessárias para qualificar o espaço e oferecer melhores condições aos profissionais e às crianças.

Jogando com a memória curta das pessoas, procedimento típico de políticos e burocratas, Caio Castro preferiu esquecer as contradições de sua fala.

Matéria produzida pela  Assessoria da Comunicação desmente as afirmações do secretário. Na verdade, ele mesmo se desmentiu.

É assim que ele diz ter cuidado com o dinheiro público?

***

Escolas reformadas

Foto / Amilton André – ASCOM

 

Nesta quinta-feira, 3 de novembro, foi a vez da Creche Girassol ser entregue completamente nova e ampliada para as comunidades do 15 de Novembro, Praça Santa Isabel e Dois de Julho. Empenhada em levar para as creches e escolas da Rede Municipal um padrão de alta qualidade, a Prefeitura vem reformando e requalificando todas as unidades de ensino. A entrega foi realizada pelo prefeito Paulo Cezar, que esteve acompanhado do secretário Caio Castro e da equipe da Secretaria Municipal de Educação – SEDUC, além de professores, estudantes e pais das comunidades beneficiadas com a referida revitalização.

A creche que atende hoje 118 crianças de 2 a 5 anos, faz parte da nova leva de oito unidades escolares que foram recentemente reestruturadas com recursos próprios da administração municipal, para melhor atender à demanda escolar do município. Destas, já foram entregues as creches São Benedito, localizada no bairro do Cachorro Magro; Luzia Margarida Pinto, no Ponto do Beiju; São José, no Miguel Velho e Santo Antônio, em bairro homônimo. As próximas a ser entregues são a creche Alegria da Mamãe e as escolas Alagoinhas IV e Divino Espírito Santo.

A diretora Mileide Baraúna de Souza, não escondia o seu contentamento em ver a creche tão bonita após esta ampla reforma. “É muito bom trabalhar assim, em um ambiente tão bonito, acolhedor e estimulante. Os professores todos estão muito felizes e as crianças querem ficar na escola por mais tempo! A gente vem para o trabalho satisfeito, sabendo que vai encontrar um ambiente desse”, diz a diretora. “Agradeço em nome de toda comunidade pela iniciativa do prefeito e do secretário de trazer de volta um ambiente escolar acolhedor para nossos alunos. Essa reforma foi de grande importância para todos nós”, completa Mileide.
Revitalizadas e ampliadas, as unidades escolares estão sendo beneficiadas com a troca de todo mobiliário, revisões elétrica e hidráulica, reforma dos telhados, janelas, portas, jardins, substituição de lâmpadas, reservatório, vasos e assentos sanitários, limpeza da área externa, construção de passeio ao redor dos prédios e pintura em toda área interna e externa.  Também foi possível, com as reformas, construir novas áreas de recreação para a criançada, com cobertura, brinquedos educativos, computadores, além da instalação de novas redes de esgoto, assentamento de revestimento nas paredes e a poda das árvores próximas aos prédios escolares.

Fonte: ASCOM – Prefeitura de Alagoinhas

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje