Rui se reúne com Otto, Leão e Lídice e pede ‘não agressão’ na AL-BA

O governador Rui Costa (PT) se reuniu na noite desta segunda-feira (16) com os presidentes de três dos maiores partidos da sua base aliada – o vice-governador João Leão (PP) e os senadores Otto Alencar (PSD) e Lídice da Mata (PSB) – no Palácio de Ondina.

Ao contrário do esperado, a pauta não foi a reforma administrativa, mas sim a disputa pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia. Diante do acirramento entre os candidatos Marcelo Nilo (PSL), que tenta a reeleição, Ângelo Coronel (PSD) e Luiz Augusto (PP), o petista solicitou que os apoiadores dos postulantes baixassem o tom da troca de farpas.

Rui deu como exemplo, inclusive, a declaração do deputado federal Cacá Leão (PP) ao bahia.ba, que provocou o próprio governador, ao dizer que o seu aliado não desistiria do pleito “nem a pedido do Papa”.

A solicitação para “não ter agressão na disputa” foi também um aviso do chefe do Executivo às legendas para que a animosidade não interfira na composição da chapa de 2018, até mesmo nos espaços pretendidos pelas siglas da base.

Quanto à recomposição do governo, apesar de pelo menos três secretarias já terem as mudanças sacramentadas (ver aqui e aqui), Rui afirmou que os espaços ainda não estão definidos e prometeu conversar com os dirigentes nas próximas horas.

Como a expectativa de Rui é publicar as mudanças no Diário Oficial do Estado de sexta-feira (20), ou ele arremata as conversas até esta quinta (18) ou terá que novamente adiar o anúncio, o que já é esperado pelas agremiações.

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje