Réveillon de Salvador vai movimentar R$ 1 bilhão, estima prefeitura

pablo

A capital baiana espera receber mais de 400 mil visitantes nesta semana do Réveillon 2016. Só pela Praça Cayru devem passar 1,5 milhão de pessoas durante os cinco dias de festa, entre soteropolitanos e turistas. Com tanta gente circulando e gastando dinheiro pela cidade, a estimativa é que a movimentação financeira chegue perto de R$ 1 bilhão.

O cálculo é da Empresa Salvador Turismo (Saltur). De acordo com o presidente da instituição, Isaac Edington, a cidade é o segundo destino mais procurado para o Réveillon este ano e a grandeza da festa preparada pela prefeitura vai ajudar a ultrapassar o fluxo turístico de anos anteriores.

“O Rio de Janeiro tem o maior Réveillon do Brasil e vai lucrar R$ 2 bilhões. Então, se a gente considerar pelo menos metade da movimentação financeira de lá, teremos aqui R$ 1 bilhão”, analisa Edington, destacando que Salvador preparou cinco dias de festa com 23 atrações musicais, enquanto a capital carioca aposta tudo na virada do dia 31 de dezembro.

Questionado se a meta de Salvador é chegar a ser o Réveillon número um do Brasil, o presidente da Saltur foi bastante otimista. “Para quem ficou muito tempo na lanterna, a gente está indo muito bem, chegando ao segundo lugar em três anos. Meta foi feita para ser perseguida e não vamos nos surpreender se nos próximos anos chegarmos bem perto dos números do Rio de Janeiro”, afirmou.

Rota do turismo
Os estabelecimentos ligados diretamente à rota turística também comemoram a boa movimentação nos dias que antecedem a virada do ano.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-BA), Luiz Henrique do Amaral, o setor começou a semana com uma boa reação em relação ao movimento que vinha tendo nos últimos meses. A Abrasel estima um aumento de 5% a 8% na movimentação de consumidores nos dias que antecedem o Réveillon.

“Entre os dias 31 e 1º, a expectativa que temos é de crescer 10% a 15% em relação ao ano passado. Claro que fluxo não significa lucro, em razão da elevação dos custos para os estabelecimentos, mas há um certo aumento de caixa”, comemora Luiz Henrique.Ele atribui o sucesso da movimentação turística em Salvador a dois fatores. “A alta do dólar fez o turismo interno crescer e as pessoas optarem por viajar pelo Brasil este ano. Além disso, o bom posicionamento da cidade de Salvador que começa a colher os frutos do investimento em infraestrutura, a orla que foi revitalizada e a forma de receber os turistas”, ressalta.

Hotéis cheios
Para o presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Silvio Pessoa, Salvador saiu na frente de outras cidades ao divulgar a programação festiva para o Réveillon com bastante antecedência. “O segredo foi a divulgação três meses antes. Assim as pessoas puderam comprar pacotes aéreos mais baratos”, afirma ele e festeja a taxa de ocupação próxima de 100% para a maioria dos hotéis da orla – da Barra a Itapuã.

“Só há vagas ainda na área mais comercial, que é a região da Avenida Tancredo Neves. Lá, os hotéis estão com 85% a 90% de ocupação e muitos ainda aguardam reservas de última hora”, complementa Silvio.De acordo com o presidente do Salvador Destination, Paulo Gaudenzi, os números animadores do Réveillon aumentaram a expectativa para todo o Verão. “Esperamos que isso reflita no movimento para o restante do Verão porque já estamos com um bom fluxo de vendas para o Carnaval”, antecipou.

Cadê a crise?
Representantes do trade turístico avaliam o bom resultado como surpreendente para um ano considerado difícil como foi 2015. Segundo a diretora institucional da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), Soraya Torres, os números desta semana não refletem o cenário do ano que registrou retração de 20% na ocupação dos hotéis até o mês de novembro. O presidente da Saltur afirma que é na crise que surge a oportunidade para se superar. “Não podemos cruzar os braços e nos queixar. Ano passado já conseguimos trazer 1,2 milhão de pessoas para a Praça Cayru, este ano vamos ultrapassar. Esperamos que o Réveillon, que começou na segunda com 150 mil pessoas, termine com o sucesso que começou”, concluiu Isaac Edington.

CONFIRA OS SERVIÇOS PARA CURTIR A FESTA
POSTOS DE SAÚDE   A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) montou dois módulos na Conceição da Praia e na Rua da Grécia, onde fica a SMS.
Até o dia 31, operam das 19h às 7h. No dia 1º, das 14h às 2h.

SEGURANÇA   A Praça Cayru é monitorada por câmeras de segurança. Além disso, o público é abordado com detectores de metais em todas as entradas da festa.
A PM também estará presente nas estações rodoviárias, no aeroporto e estações de turismo náutico.
No entorno, a segurança será reforçada com o Esquadrão de Motocicletas Águia, a cavalaria e as operações Apolo e Gêmeos, no combate ao roubo de veículos, ônibus e nos estacionamentos.

TRÂNSITO No Comércio, o tráfego será interditado, até o dia 31, das 17h às 5h, e, no dia 1º, das 14h à meia-noite, entre a Avenida Lafayete Coutinho (Contorno), a partir do Solar do Unhão, e a Praça da Inglaterra, passando, inclusive, pela Ladeira da Montanha. Dentro do perímetro, circulam apenas veículos de transporte público (ônibus e táxis). A operação contará com
99 agentes da Transalvador, 37 viaturas e oito guinchos.

ELEVADOR LACERDA  O elevador  funcionará durante 24 horas,  até as 22h de 1º de janeiro. A passagem será gratuita das 18h às 6h.

TÁXIS  Há quatro pontos, na Praça Municipal (parte alta do Elevador Lacerda); Avenida Contorno, próximo ao posto de gasolina; na Avenida Estados Unidos, próximo à agência dos Correios; e na Praça Castro Alves.
ESTACIONAMENTO   Há opções de estacionamento em 11 áreas da cidade. Serão 1.262 vagas com valor fixo de R$ 20 pela cartela, sem prazo de permanência definido. Os estacionamentos são:
–  Pça. Castro Alves (102 vagas)
– Avenida da França, entre a Rua Estado de Israel e Rua da Argentina (500)
–  Avenida da França, na pista esquerda (80)
– Área de recuo da Av. Estados Unidos (150)
– Av. Contorno, entre a Rua Banco dos Ingleses e o semáforo do Solar do Unhão (85)
– Avenida Sete até a Praça Castro Alves (150)
– Rua Carlos Gomes (100)
– Ladeira da Praça (30)
– Ladeira do Gabriel (20)
– Largo Dois de Julho (30)

ÔNIBUS  A prefeitura colocou  66 linhas com roteiros especiais, que diariamente terão horário estendido até 7h,  entre os dias 28 e 31 e até meia-noite no dia 1º.

Fonte: Correio da Bahia

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje