Redes sociais preveem “maior protesto da história” no sábado

Se depender das redes sociais, o Brasil será palco neste sábado do “maior protesto de sua história”. Movimento que foi nomeado como “Operação 7 de Setembro” prevê manifestações em pelo menos 149 cidades do país no dia de comemoração da Independência.

Mais de 397 mil pessoas confirmaram presença na página do Facebook que reúne as informações gerais sobre as manifestações programadas, mas vários eventos criados em outras páginas também contam com o apoio de milhares de pessoas.

Resta saber agora se a indignação virtual será refletida com a mesma proporção nas ruas, como aconteceu durante os protestos de junho. Naquele mês,  mais de 1 milhão de pessoas protestaram em um único dia. Por precaução, o governo já anunciou que vai aumentar a segurança em Brasília nos locais que receberão eventos neste sábado.

Ao contrário do que aconteceu nos protestos contra o aumento das tarifas dos transportes – convocados pelo Movimento Passe Livre -, as manifestações deste sábado não foram organizadas por uma instituição social específica. O movimento, que se diz apartidário, é apoiado pelo grupo Anonymous, que não tem líderes definidos.

As principais reivindicações foram escolhidas por votação online. São elas: a prisão dos mensaleiros, a aprovação da Lei de Combate à Corrupção, redução no número de deputados, reforma tributária, fim do voto obrigatório e aprovação do Plano Nacional da Educação (PNE).

Badernaço

Em pelo menos 40 cidades, outro evento já prevê confronto durante o 7 de setembro. O Black Bloc, grupo anarquista que defende a depredação como ação política, convocou um “Badernaço” para o sábado. Na página “Badernaço – ‘Sem Violência’ é o Caralho”, mais de três mil pessoas confirmaram presença.

Confira na tabela a seguir os protestos marcados nas capitais pela “Operação 7 de Setembro”. A lista completa pode ser encontrada na página do Facebook.

Fonte: Exame

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje