Prefeito de Esplanada critica direção estadual do PTN e a forma como Filadelfo Neto assumiu o diretório da legenda em Alagoinhas

RODRIGO CASTRO LIMA

Em conversa com o editor do Alagoinhas Hoje, o prefeito de Esplanada, Rodrigo Castro Lima, criticou a direção estadual do PTN pela maneira utilizada para retirar o controle municipal da legenda do vereador licenciado Jorge da Farinha, secretário de Agricultura da Prefeitura de Alagoinhas, e a forma de ascensão do ex-deputado estadual Filadelfo Neto à presidência local do partido. “Embora considere Filadelfo um grande nome da política em nossa região, expresso meu repúdio à atitude do diretório estadual, que tomou o partido do vereador Jorge da Farinha”, enfatizou o prefeito.

Ele disse que pelo trabalho de Jorge da Farinha o partido se tornou conhecido e conquistou espaço de respeito na política local. “Sempre tive orgulho da maneira do PTN da Bahia fazer política, o que me fez acreditar e participar de um grupo que possuía princípios de lealdade, democracia e respeito aos aliados”, salientou Rodrigo, acrescentando “que o seu o caminho, assim como o do deputado estadual Alex Lima e de outras lideranças, seja o de deixar o partido”.

O prefeito de Esplanada registrou que tem apreço pelo deputado federal João Carlos Bacelar, comandante do PTN baiano, e afirmou que foi seu liderado desde a primeira eleição. “O PTN tem sido conduzido ultimamente de forma estranha ao que sempre foi”, pontuou o gestor.

Rodrigo elogiou a postura de Jorge da Farinha, que votou em Alex Lima nas eleições de outubro de 2014, e também por sua atitude respeitosa ao partido. “Quando foi convidado para assumir a Secretaria Municipal de Agricultura, ele teve o cuidado de consultar a nossa direção”, revelou.

Na conversa com o editor do Alagoinhas Hoje, o prefeito reafirmou o respeito que tem pelo deputado federal Bacelar e disse que não será seu adversário e muito menos inimigo. “Mas os caminhos que o PTN deseja trilhar daqui para frente não convergem com minha maneira de ser e acredito que para evitar mais constrangimentos, após conversar com o deputado federal Bacelar, o mais apropriado seja deixarmos o caminho livre para que o partido possa seguir este novo rumo”, assegurou.

O político garantiu que não existem conversas com outras legendas para uma futura filiação partidária. “É primeira vez que cogito sair do partido que ajudei a construir”, salientou, informando que “só tratará do ingresso em uma nova legenda após se reunir com o principal dirigente do PTN na Bahia”.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje