PMDB avisa que quer tratamento diferenciado em 2013

O PMDB já mandou um recado ao Palácio do Planalto: em 2013, o partido quer receber um tratamento diferenciado da presidente Dilma Rousseff. “Agora, é olho por olho. A partir de agora, vamos entrar no processo eleitoral. O jogo de 2014 começou. O PMDB não pode ser tratado como aconteceu nos dois primeiros anos”, alertou um influente peemedebista com trânsito livre no Palácio do Jaburu.

A cúpula do partido não esconde a contrariedade com o espaço secundário que tem recebido no governo Dilma, até o momento. Já é consenso no partido que num momento de dificuldade da economia, a presidente precisará de uma base confiável no Congresso. “O PMDB tem sido fiel. O vice-presidente Michel Temer tem segurado o partido sem ter nada o que oferecer. Isso tem limite”, acrescentou esse peemedebista. Leia mais no G1.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje